segunda-feira, abril 09, 2007

Certas coisas...

...não se podem deixar para depois
Affonso Romano de Sant'Anna
lido em: http://comcult.blogspot.com/

Certas coisas
não se podem deixar para depois.
Muitos poemas perdipensando: "depois escrevo",
"agora estou almoçando"
ou "consertando a porta".
Assim, adiei - perdi o melhor de mim.

Certas coisas não se podem deixar para depois,
e nisto incluo; frutos no galho,
mudanças sociais,
certas coxas e bocas
e esta manhã que se esvai.

Certas coisas não se podem deixar para depois,
o amor não se adia
como se adiam o imposto,
a viagem, a utopia,
o desejo sabe o que quer,
detesta burocracia.

Feito depois,
o amor é murcha lembrança
do que, não sendo, seria

Certas coisas
não se podem deixar para depois.
Como o amor e as pessoas,
não se pode recuperar
a poesia.

Um comentário:

raul disse...

vc é criativa, deixe sua imaginação livre,
não precisa buscar inspiração em outros lugares... a menos que... outros lugares sejam a sua inspiração